Encontrar conteúdos apropriados à idade

Todos nós sabemos que a Web é vasta e isso significa que alguns conteúdos são indicados para toda a família, enquanto outros devem ser vistos apenas por adultos. Ferramentas como a Pesquisa segura e o Modo de segurança do YouTube são capazes de filtrar proativamente o conteúdo para adultos, enquanto as nossas ferramentas de denúncia permitem sinalizar material ofensivo para remoção.

A Google tem políticas e regras da comunidade rigorosas que explicam a forma como os nossos serviços podem ser utilizados. Se descobrir conteúdos ou comportamentos nos serviços Google, como o YouTube, o Blogger, o Google+ ou o Google Play, que violam estas regras, as nossas ferramentas permitem sinalizá-los facilmente para análise.

Por exemplo, os programadores que disponibilizam aplicações no Google Play têm de classificá-las de acordo com o sistema de classificação de aplicações do Google Play. Se encontrar uma aplicação com uma classificação incorreta ou com conteúdo impróprio, pode sinalizá-la para análise. Analisaremos a aplicação e poderemos removê-la se esta violar as nossas políticas.

No YouTube, os nossos especialistas em políticas analisam vídeos sinalizados 24 horas por dia, 7 dias por semana. Se um vídeo violar as nossas regras da comunidade, é removido do site. Se o vídeo simplesmente não for apropriado para todos, poderá ser-lhe aplicada uma restrição de idade que impedirá os utilizadores mais jovens de o ver. Além disso, quando um parceiro do YouTube carrega um vídeo nas secções de Programas ou Filmes, é obrigado a classificar todo o conteúdo para adultos.

Isto é apenas o princípio. Consulte algumas das nossas outras funcionalidades de segurança na barra lateral e saiba mais sobre o que pode fazer para manter as explorações online da sua família seguras e divertidas para todas as idades.

Conselhos dos nossos parceiros

APIS

O visionamento de material sexualmente explícito ou violento pelas crianças compromete o seu desenvolvimento harmonioso. O acesso das crianças à Internet deve ser supervisionado pelos/as adultos/as, dado que estas não têm, ainda, pensamento crítico que lhes permita navegar na Internet em segurança, nem capacidade de avaliar o risco e o impacto para a sua vida futura.

Algumas medidas que contribuem para aumentar a segurança:

  • Colocar o computador num espaço "público" da casa como, por exemplo, a sala, para perceber a utilização que as crianças estão a fazer da Internet;
  • Acompanhar o histórico de utilizações para perceber que tipo de utilização foi feita pela criança;
  • Estabelecer regras e limites razoáveis acerca da utilização do computador e da Internet (exemplo: tempo de utilização);
  • Instalar software que permita filtrar e bloquear conteúdos impróprios para crianças, nomeadamente, material sexualmente explícito;
  • Manter uma boa comunicação com as crianças, para que estas possam pedir ajuda sempre que tenham dúvidas ou se sintam desconfortáveis.

Se alguém enviar mensagens ou imagens obscenas, imorais ou indecentes, com a intenção de abusar ou maltratar, e se não conseguir eliminar este problema pela simples opção de não responder e ignorar estes "ataques", deve comunicar estes acontecimentos aos serviços competentes, nomeadamente:

  • Na esquadra de Polícia mais próxima;
  • Website de denúncia de conteúdos ilegais: http://linhaalerta.internetsegura.pt/;
  • Linha de ajuda sobre questões de segurança na Internet: 808 91 90 90;
  • Número da linha SOS Criança: 116 111.

Rede EU Kids Online

No inquérito Europeu EU Kids Online poucos jovens Portugueses declararam ver pornografia e os que vêem referem ser quase sempre por acaso. Os jovens que declaram aceder de forma voluntária a esses conteúdos fazem-no sobretudo em meios como a televisão ou revistas. Por outro lado, os jovens que se dizem sentir incomodados com imagens sexualmente explícitas são uma minoria dos (já poucos) que efectivamente já viram pornografia na Internet. Assim sendo, uma forma de minorar a questão na Internet é auxiliar os jovens a usarem os filtros necessários que lhes permitam evitar encontrar essas imagens.

Instituto de Apoio à Criança

Para protegermos as nossas crianças e jovens e potenciar a utilização da Internet enquanto recurso pedagógico e lúdico, devemos informá-los e alertá-los para a possibilidade de encontrarem material sexualmente explícito ou violento.

Para além deste cuidado, as crianças podem, inadvertidamente, ter acesso a este tipo de conteúdos enquanto procuram um jogo, ou em momentos de pesquisa, através de janelas pop-up que surgem no ecrã que direcionam para sites com conteúdos pornográficos, violentos ou comerciais. Recomendamos que pais e educadores procurem criar momentos de utilização conjunta com a crianças e jovens, promovendo a comunicação, o diálogo e a partilha de informação.

Uma vez que existem cada vez mais dispositivos que permitem aceder com grande facilidade à Internet (exemplo: telemóveis, tablets, etc.) sugerimos que atualize os seus conhecimentos acerca das novas tecnologias da informação e acompanhe os interesses e as atividades que as crianças e os jovens desenvolvem online.

Recursos Adicionais:

Centro Internet Segura

Qualquer conteúdo que incite ao racismo, à xenofobia, à violência ou de pornografia infantil é ilegal. Não obstante, a divulgação e partilha destes conteúdos existe e é por isso necessário estar atento e combater a sua disseminação.

O Centro Internet Segura disponibiliza um serviço para a denúncia de condutas e conteúdos ilegais e/ou maliciosos, a Linha Alerta (https://linhaalerta.internetsegura.pt/). Os usuários da Internet são assim encorajados a ajudar nesta luta informando/denunciando websites com conteúdos suspeitos.

Pais e educadores devem manter uma atitude interessada e crítica no que respeita a utilização da Internet pelos seus filhos e/ou educandos. É importante que exista uma relação próxima de diálogo e de confiança.

Em geral, adotando alguns princípios básicos que podem ser encontrados em websites sobre segurança online (www.internetsegura.pt, www.seguranet.pt), pais educadores podem ajudar as crianças a permanecer seguras online, permitindo que estes desenvolvam a sua própria capacidade de resistência aos riscos que se podem encontrar no ciberespaço.

A utilização de Software de Controlo Parental que oferece filtragem e bloqueio a uma variedade de conteúdos, deve ser feita em conjunto com os seus filhos. Muitos jovens consideram a filtragem como uma violação dos seus direitos e se for feito de forma dissimulada poderá originar conflitos indesejáveis. Procure dialogar de forma aberta com eles e explicar que é para a sua proteção, os resultados serão melhores e mais eficazes.

Os jogos de vídeo são, cada vez mais, parte integrante da vida das nossas crianças e jovens e podem ser jogados em diversos tipos de suportes tecnológicos: em consolas (Playstation, Xbox, WII), no computador, ou em dispositivos portáteis (telemóveis, tablets, etc.). Muitos jogos oferecem a possibilidade de jogar online com jogadores do mundo inteiro (como adversários ou em equipa) que não conhecemos. Para jogar de forma segura o Centro Internet Segura aconselha:

  • Verificação da idade mínima para o jogo - Devemos garantir que crianças e jovens estão a jogar jogos de vídeo que são apropriados para a sua idade. Existem sistemas de classificação como o PEGI – Pan-European Game Information (Informação Pan-Europeia Sobre Jogos)
  • Situação física de jogo – Devemos garantir que crianças e jovens jogam num local com boa iluminação e a uma distância de proteção do ecrã que proteje a sua visão.
  • Fazer pausas enquanto se joga – Deve haver um limite diário para o tempo que se despende a jogar. O entusiasmo e a persistência com o jogo podem levar a um comportamento aditivo, que a médio prazo se pode converter numa dependência grave. O jogo não deve ser o único passatempo das crianças e dos jovens.
  • Criar um nome virtual para jogar online – Devemos tomar todas as precauções normais que devem ser tomadas quando estamos em contacto com desconhecidos online, ou seja, não dar nenhuma informação pessoal
  • Denunciar situações irregulares – Há jogadores online que utilizam a situação de jogo para assediar outros (seja moralmente ou não). Pais e educadores devem estar atentos a se algo incomoda os seus filhos ou educandos na relação com outros jogadores. Em caso afirmativo, esse facto deve ser comunicado aos serviços de gestão do site onde se passa a ocorrência.
  • Cuidado com o download de jogos - Quando crianças e jovens fazem download de jogos através de sites de partilha de ficheiros (peer-to-peer), sites de reputação duvidosa ou mesmo através de links que recebem em mensagens de correio eletrónico, podem estar a fazer download de software malicioso que vai infetar o computador.

Polícia Judiciária

A Internet é um espaço onde a vida acontece e onde os mais novos se podem confrontar com informação negativa, para a qual nem sempre estão preparados.

O advento do computador associado às novas formas de comunicação e multimédia, passou deste modo a permitir a prática de novos crimes e outras formas do seu cometimento, dos chamados velhos crimes. O potencial de vítimas é agora à escala global. Exemplificando, a chantagem nos crimes sexuais já não reside só no segredo do ato, mas também na elevada expressão que a difusão de imagens de abuso sexual de menores, assumiu. Com os atuais recursos informáticos, as Webcams e câmaras de telemóveis representam um particular meio de intrusão na esfera privada dos cidadãos. A utilização pelos jovens, destes meios em locais sem controlo, potencia a gravação e difusão de imagens com danos irreparáveis. É pois importante que os pais, educadores e professores estejam conscientes deste processo, a fim de que possam preventivamente intervir na proteção das crianças.

Ferramentas de segurança

Descubra as funcionalidades de segurança da Google concebidas para ajudar a controlar o que a sua família vê online.

Pesquisa Google

Denunciar resultados impróprios da Pesquisa segura

Se encontrar um resultado na Pesquisa segura com conteúdo para adultos, denuncie-o à Google. Trabalhamos continuamente para melhorar os nossos filtros de conteúdo e estes comentários ajudam-nos a tornar a Pesquisa segura mais segura para todos.

Saiba mais

Clique na imagem imprópria apresentada nos resultados da pesquisa para abrir uma página com mais opções

Clique em Enviar comentários no canto inferior direito do painel de resultados de imagem.

YouTube

Denunciar conteúdo questionável

Os nossos especialistas em políticas trabalham 24 horas por dia, 7 dias por semana para garantir a sua segurança e a da sua família no YouTube. Se encontrar conteúdos ou comportamentos que considera que violam as Regras da comunidade do YouTube, pode denunciá-los para análise. Se um vídeo violar as nossas regras, é removido do site. Se o vídeo não violar as Regras mas não for adequado para todos, poderá ser-lhe aplicada uma restrição de idade, impedindo os utilizadores mais jovens de o ver.

Saiba mais

Para denunciar um vídeo, clique no botão "Denunciar" abaixo do leitor de vídeo.

Clique no motivo da denúncia que melhor se adequa à violação presente no vídeo.

Forneça todos os detalhes adicionais que possam ajudar a equipa de análise a tomar uma decisão.

A denúncia de vídeos é anónima, mas é necessário iniciar sessão para utilizar as ferramentas de denúncia.

Para saber como denunciar um comentário ou um canal, visite o Centro de Ajuda.

Google+

Denunciar conteúdo ofensivo

Se alguém publicar um comentário ou uma mensagem de natureza imprópria no Google+, o utilizador pode denunciá-los, mesmo a partir de um dispositivo móvel. O Google+ tem Políticas de conteúdo claras que explicam que comportamentos são considerados aceitáveis ou impróprios no site. Por isso, se encontrar conteúdos ou comportamentos que violam a nossa política, pode sinalizá-los para análise. Analisamos o conteúdo sinalizado 24 horas por dia, 7 dias por semana e poderemos remover os conteúdos e limitar ou encerrar as contas dos utilizadores que violem as nossas políticas.

Saiba mais

Para denunciar uma mensagem, clique na seta localizada na parte superior direita da mesma. Em seguida, clique em Denunciar spam ou abuso.

Na janela de pop-up apresentada, identifique o motivo da denúncia da mensagem.

Quando concluir a denúncia, será apresentada uma bandeira vermelha junto à mensagem. Para anular a denúncia, clique na bandeira vermelha.

Para denunciar um comentário, coloque o cursor do rato sobre o comentário e clique na bandeira cinzenta apresentada.

Google+

Manter os Hangouts seguros para todos

Pretendemos que os Hangouts sejam divertidos para todos. Se encontrar conteúdos ou comportamentos que violam a Política de conteúdos e conduta do Google+, pode sinalizá-los para análise. Estas políticas são fundamentais para manter o Google+ um local seguro e positivo, por isso poderemos remover os conteúdos e limitar ou encerrar as contas dos utilizadores que violem as nossas políticas. Também pode bloquear um utilizador do Hangout se pretender deixar de o(a) ver ou ouvir.

Saiba mais

Para bloquear um utilizador do Hangout, coloque o cursor do rato sobre a miniatura de vídeo da pessoa.

Clique no ícone de ignorar.

Para bloquear permanentemente um utilizador do Hangout, marque a caixa junto a "Eliminar permanentemente" e, em seguida, selecione Concluído.

Blogger

Ajudar a manter a blogosfera segura para todos

Existem diretrizes claras sobre os tipos de conteúdo que podem ser publicados no Blogger. Se encontrar algum conteúdo que viole a Política de conteúdos do Blogger, pode sinalizá-lo para análise. Removeremos todos os conteúdos que violem as nossas políticas e colocaremos uma página de aviso à frente dos conteúdos que não violam as nossas políticas mas não são indicados para todos os públicos.

Saiba mais

Para denunciar conteúdo, consulte o artigo de ajuda disponível aqui.

Na parte inferior da página, selecione o tipo de abuso para aceder ao formulário de contacto adequado.

Preencha as informação solicitadas e clique em "Enviar".

No caso de se encontrar num blogue que pretende denunciar, clique no menu pendente "Mais" na parte superior da página.

Em seguida, clique em "Denunciar abuso" e siga os passos para alertar o Blogger sobre o conteúdo dessa página.

Google Play

Utilizar o Controlo parental para filtrar aplicações pela classificação de conteúdo

Pode utilizar o Controlo parental para restringir o conteúdo que pode ser transferido ou comprado no Google Play. Isto ajuda-o a encontrar conteúdo adequado a si e à sua família.

Saiba mais

Abra a aplicação Play Store no dispositivo.

No canto superior esquerdo, toque no ícone Menu.

Toque em Definições.

Toque em Controlo parental.

Ative o Controlo parental.

Crie um PIN.

Toque em Aplicações e jogos.

Escolha o nível de maturidade.

YouTube

Definir um filtro para excluir o conteúdo impróprio

Se preferir não ver conteúdo para adultos ou com restrição de idade ao navegar pelo YouTube, desloque-se para a parte inferior de qualquer página do YouTube e ative o Modo de segurança. O Modo de segurança ajuda a filtrar o conteúdo potencialmente ofensivo da pesquisa, dos vídeos relacionados, das listas de reprodução, dos programas e dos filmes.

Saiba mais

Desloque-se para a parte inferior de qualquer página do YouTube e clique no menu pendente na secção "Segurança".

Selecione a opção Ativado ou Desativado para ativar ou desativar o Modo de segurança.

Para bloquear esta definição, inicie sessão na sua Conta Google.

Depois de iniciar sessão, poderá optar por bloquear esta definição.

Pesquisa Google

Defina e não pense mais nisso. Mantenha o Modo de segurança bloqueado

Se pretender ativar o Modo de segurança de forma permanente, poderá bloqueá-lo. Em seguida, sempre que aceder ao YouTube a partir desse navegador, a sessão será automaticamente iniciada no Modo de segurança.

Saiba mais

Selecione a opção Ativado ou Desativado para ativar ou desativar o Modo de segurança.

Para bloquear esta definição, inicie sessão na sua Conta Google.

Depois de iniciar sessão, poderá optar por bloquear esta definição.

Google Play

Evitar compras acidentais ou indesejadas

Pode ajudar a evitar compras acidentais efetuadas no Google Play ao requerer que certas informações sejam introduzidas para fazer uma compra, tal como uma palavra-passe.

Saiba mais

Abra a aplicação Play Store no dispositivo.

No canto superior esquerdo, toque no ícone Menu.

Toque em Definições.

Toque em Exigir autenticação para compras.

Selecione a opção mais adequada ao seu caso. Se tem filhos ou pretende partilhar o dispositivo, recomendamos a opção Para todas as compras através do Google Play neste dispositivo.

Ver mais ferramentas de segurança