Casos práticos do Street View

  • Imagem da Autori
    Imagem de faixa da Autori

    Como a Autori revolucionou a manutenção de estradas na Finlândia, uma imagem do Street View de cada vez

    A qualidade dos pavimentos rodoviários, os sinais desatualizados e as ruas sem iluminação são problemas do quotidiano para condutores e municípios espalhados pelo mundo. Mas a Autori, uma empresa de software finlandesa que programa soluções para manutenção de infraestruturas, encontrou uma forma de recolher e analisar mais eficientemente os dados ao nível da rua com o Street View do Google Maps.

    40 000 km

    fotografados

    8 milhões

    de imagens publicadas

    50 milhões

    de visualizações

    de dados de estradas

    20

    projetos de captura

    Simplificar a gestão da manutenção das estradas na Finlândia

    Fundada em 1988, a Autori fornece soluções de Software como serviço (SaaS) às autoridades, empreiteiros e consultores terceiros do setor rodoviário da Finlândia para gerir as condições, planear ações e coordenar a manutenção das estradas. Monitorizar as condições das estradas em todo o país requer muito tempo e dinheiro, mas, onde outras empresas viram custos, a Autori conseguiu capitalizar uma oportunidade única. Ao utilizar as respetivas imagens do Street View e solução SaaS, criaram uma ferramenta para gerir mais eficientemente os dados de manutenção das infraestruturas rodoviárias e apoiar a tomada de decisões baseadas nos mesmos na Finlândia.

    A necessidade de velocidade e partilha de dados

    Tipicamente, as autoridades rodoviárias têm de visitar fisicamente todas as estradas para determinar os esforços de conservação necessários em localizações específicas. Isto implica conduzir milhares de quilómetros e efetuar inúmeras paragens para tomar notas. Este método é mau para o ambiente, dispendioso, extremamente moroso e envolve muitos recursos. A necessidade de uma solução digital mais ecológica levou a Autori a pensar de forma inovadora. E o Street View foi a primeira solução de visualização ao nível da rua em que os especialistas da Autori pensaram.

    Acompanhar a manutenção das estradas requer frequentemente a partilha de uma enorme quantidade de dados com muitas partes interessadas. O Street View tem todas as ferramentas necessárias para simplificar a partilha de informações entre os utilizadores – está disponível para qualquer pessoa com um smartphone e não requer dados de inícios de sessão nem instalações de software. Embora o Street View já tenha sido utilizado no âmbito da manutenção de estradas, manter os dados atualizados foi o principal desafio. Vimos uma oportunidade para corrigir esse problema ao integrar o Street View com o nosso software de manutenção de estradas.

    Ari Immonen, Head of the Digitalization Consulting division na Autori

    História da Autori

    Combinar o online e o offline para segurança rodoviária

    No início de 2017, a Autori começou a fotografar e carregar imagens de 360º das estradas nacionais na Finlândia, utilizando a Conta Google da empresa para publicar as imagens. Desde então, cobriu 40 000 km de estradas nacionais e carregou 8 milhões de imagens, o que levou a gestão da manutenção de estradas para o mundo online. Ao integrar o Street View com as soluções SaaS da empresa, a Autori permitiu às autoridades rodoviárias acederem fácil e remotamente a informações atualizadas sobre recursos rodoviários.

    Graças às imagens que a Autori publicou no Street View, os relatórios sobre sinais rodoviários em falta, marcações ou buracos podem ser carregados e etiquetados para serem inspecionados remotamente pelas entidades relevantes através do painel de controlo da Autori. Ao oferecer uma solução personalizável, a Autori também permite aos empreiteiros monitorizarem e planearem as obras de manutenção relevantes através de uma única ferramenta. Após a conclusão das obras de manutenção, os trabalhadores capturam e carregam novas imagens de 360­° para manter os dados das estradas atualizados. Esta nova metodologia tem reduzido a necessidade de visitar fisicamente os locais para inspeção, o que poupa tempo e dinheiro, além de reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

    Revolucionar a segurança rodoviária geral

    O Street View permitiu à Autori melhorar a partilha de informações e o conhecimento das situações por parte das autoridades rodoviárias na Finlândia, o que, por seu turno, ajudou a reduzir os custos e a aumentar a eficiência. A Autori reconhece o impacto positivo que esta nova metodologia pode ter em todo o mundo, pelo que já está a trabalhar num modelo estandardizado para recolher e partilhar dados sobre estradas no futuro. Também ajudou os habitantes locais a reduzirem a respetiva pegada de carbono ao fotografar 1000 km de ciclovias e trilhos de caminhada. Agora, as pessoas podem aceder a dados atualizados e percorrer pequenas distâncias de uma forma mais ecológica. Além disso, a Autori voltou à estrada este verão para recolher imagens de mais 15 000 km na Finlândia, o que significa que já fotografou e publicou quase metade de todas as estradas nacionais do país no Street View.

    O sucesso da Autori é apenas um exemplo das muitas formas únicas como as empresas estão a utilizar o Street View para resolver problemas complexos. É muito mais do que uma ferramenta de mapeamento de fotos e pode trazer imensas vantagens para a sua empresa. Tudo a postos para escrever a sua história de sucesso com o Street View?

    Transferir PDF
  • Imagem do Taiti
    Imagem de faixa do Taiti

    De passatempo ao palco mundial: como mapear a beleza da Polinésia Francesa trouxe imensas vantagens para os habitantes locais.

    As praias de areia branca, os trilhos de caminhada ondulados e os locais Património Mundial da UNESCO fazem da Polinésia Francesa um destino popular de visita indispensável. Enquanto muitos sonham com este destino, Christophe Courcaud viu uma oportunidade única de utilizar o Street View para aproximar este paraíso das pessoas e ajudar o turismo do Taiti a prosperar.

    1800 km

    fotografados

    1 200 000

    imagens

    através de

    8K

    de resolução dos vídeos

    Mais de 8

    ilhas

    18

    hotéis publicados

    Mais de 450

    fichas de empresas
    criadas

    Misturar negócios com prazer

    Incentivado pelo seu amor pelo Street View e pelas deslumbrantes ilhas da Polinésia Francesa, Christophe criou a Tahiti 360 em 2019. A empresa especializa-se em fotografar e carregar imagens de 360° para o Street View de grandes espaços exteriores na Polinésia Francesa, incluindo trilhos de caminhada e praias. Embora o foco principal seja capturar e exibir a beleza da vida na ilha, Christophe também ajuda as empresas locais a ganharem mais visibilidade com Visitas virtuais interiores envolventes criadas com o Street View.

    Mapear a Polinésia Francesa

    Numa altura em que quase tudo está digitalizado, é difícil de acreditar que, antes de Christophe e a Tahiti 360 terem chegado à ilha, apenas existiam vistas de satélite da Polinésia Francesa. Para complicar ainda mais as coisas, as ruas em ilhas como Bora Bora e Taiti não tinham nome, pelo que percorrê-las era um desafio tanto para os habitantes locais como para os turistas. Acima de tudo, dificultava desnecessariamente o trabalho dos serviços de emergência, como bombeiros, socorristas e agentes de segurança.

    Desde sempre que acredito que o Street View é extremamente vantajoso para as comunidades locais. A possibilidade de nos projetarmos para uma zona específica e de nos familiarizarmos com a área envolvente antes de sairmos de casa sempre me fascinou. Isto parecia especialmente útil na Polinésia Francesa, uma vez que circular facilmente pela ilha era quase impossível.

    Christophe Courcaud, fundador da Tahiti 360.

    História sobre o Taiti

    Por reconhecerem as vantagens que o Street View podia oferecer à vida na ilha, as autoridades locais estabeleceram uma parceria com a Tahiti 360 para mapear e referenciar todas as estradas no Taiti, Moorea, Bora Bora, Raiatea, Maupiti, Huahine, Fakarava e Rangiroa. Christophe usou veículos todo o terreno, carrinhos de golfe, bicicletas elétricas, jet skis e até cavalos para cobrir 1800 km da Polinésia Francesa. Graças em parte à cobertura de Christophe e aos dados geográficos locais partilhados pelas autoridades, já é possível obter atualizações de trânsito em tempo real, sugestões de trajetos mais rápidos e direções para empresas locais no Taiti através do Google Maps. Isto é especialmente útil para os serviços de emergência que, deste modo, podem trabalhar de forma mais eficiente na ilha. Por último, o acesso às imagens da Tahiti 360 no Street View também simplificou o planeamento urbano, a manutenção dos edifícios e das condições das estradas.

    Acesso ao local Património Mundial da UNESCO

    A visita guiada mais envolvente da Tahiti 360 é a do marae Taputapuatea na ilha de Raiatea. Este local Património Mundial da UNESCO é um dos principais atrativos para as mais de 300 000 pessoas que visitam a Polinésia Francesa todos os anos. Ao capturar a sua beleza em 360°, Christophe tornou possível a milhões de pessoas desfrutarem do local virtualmente. O trabalho de Christophe publicado no Street View trouxe uma maravilha do mundo para os nossos ecrãs, permitindo-nos a todos explorá-la.

    Cobrir uma ilha inteira não é tarefa fácil, mas Christophe esteve à altura do desafio. Para se certificar de que capturava tudo o que Bora Bora tinha para oferecer em 360°, Christophe percorreu a ilha de carro, de barco e a pé. Christophe precisou apenas de sete dias para mapear toda a ilha e disponibilizar o resultado ao público através do Street View.

    Além de Bora Bora, Christophe também fotografou todas as ruas de Papeete, a capital do Taiti, bem como a cidade de Pirae. A visibilidade deu frutos quando as imagens de ambas as cidades surgiram no Street View.

    As empresas locais também tiveram a sua oportunidade de brilhar no Street View. Grandes grupos hoteleiros como Intercontinental, Manava e Hilton, bem como negócios de B&B de menor dimensão, ficaram entusiasmados com a oportunidade de exibir as respetivas instalações num palco global.

    Adicionar mais locais de visita indispensável

    A Tahiti 360 espera cobrir todas as ilhas da Polinésia Francesa até ao final do ano, incluindo Maupiti, Tahaa, as Ilhas Marquesas, as Ilhas Gambier e as Ilhas Austrais. Embora ainda exista muito para percorrer na Polinésia Francesa, Christophe já está a pensar na próxima aventura. Já aceitou colaborar com as autoridades locais francesas na sua cidade natal para cobrir 400 km de ciclovias, os jardins flutuantes Hortillonnages de Amiens e um comboio turístico para a Somme Tourisme. Christophe também vai cobrir Teahupoo, a cidade que vai acolher os eventos de surf dos Jogos Olímpicos de 2024. Entretanto, Christophe espera adicionar as ilhas Nova Caledónia e Wallis e Futuna ao Street View para ajudar a melhorar a vida diária dos habitantes locais e ajudar mais pessoas a explorarem o paraíso.

    O Street View é uma plataforma colaborativa onde os colaboradores podem ajudar as comunidades a prosperarem e as empresas a crescerem, bem como aproximar as pessoas das maravilhas do mundo ao publicar imagens envolventes no Google Maps. O melhor de tudo é que qualquer pessoa pode criar um negócio de mapeamento de sucesso com o Street View. Basta dar o primeiro passo para começar a contribuir.

    Transferir PDF
  • Imagem do Butão
    Imagem da faixa do Butão

    Do isolamento geográfico à abertura – como o Street View abriu um reino budista ao mundo.

    Localizado nos Himalaias, o Butão sempre teve imensas passagens de montanha, vales luxuriantes e rios serenos para oferecer. É por esse motivo que o governo estabeleceu uma parceria com o Street View numa iniciativa de doze meses para apresentar estas preciosidades escondidas e impulsionar o desenvolvimento socioeconómico e o turismo do Butão.

    Após vários obstáculos relacionados com aprovações e autorizações para filmar, o Conselho de Turismo do Butão, em colaboração com o apoio técnico da Google Singapura, conseguiu lançar este projeto em maio de 2020. O Street View apoiou-os com duas Ricoh Theta Vs, uma Insta360 Pro, formações presenciais e sessões de resolução de problemas regulares para manter tudo em funcionamento.

    2625,86 km

    fotografados

    2 398 285

    imagens publicadas

    7,4 milhões

    de visualizações

    Mapeamento digital da beleza do Butão

    Antes da iniciativa do Street View, o Butão não tinha os equipamentos nem os conhecimentos técnicos para alcançar os potenciais visitantes, o que dificultava o planeamento de viagens pelos turistas. Agora, qualquer pessoa, desde os peregrinos budistas aos potenciais visitantes, pode descobrir virtualmente os mosteiros das fortalezas de Thimpu e as aldeias imaculadas de Punakha.

    Embora isto seja um marco no plano do governo para se mostrar ao mundo, também é um passo em frente no percurso digital do Butão tendo em vista uma sociedade preparada para as TIC.

    O percurso mais percorrido do Butão

    A navegação inteligente do Street View abriu as portas de um local turístico global ao mundo e deu a liberdade de escolha e movimento aos viajantes. O acesso a filmagens 360º em tempo real e a visitas virtuais das condições do terreno ajudaram os visitantes a definir as respetivas expetativas para a viagem e a explorar em conformidade.

    A versão do Google Street View do Butão ajudou o país e pessoas de todo o mundo. Pode ser utilizado por topógrafos, empresas, organismos governamentais, estabelecimentos de ensino e outros para melhorar os respetivos serviços.

    Dorji Dhradhul, diretor-geral do Conselho de Turismo do Butão

    Com 500 novas empresas adicionadas ao Street View e 4000 atualizações feitas aos mapas do Butão, os residentes também conseguiram tirar partido das vantagens, como as atualizações de trânsito em tempo real, as sugestões de trajetos e uma maior exposição para as empresas locais.

    Um Street View melhor

    Além da sua abertura ao mundo, a iniciativa do Street View do governo provou ser muito útil no planeamento de projetos de desenvolvimento. A filmagem de terreno que tem estado escondido durante séculos marca o início da estratégia de manutenção da herança do Butão. Através dos dados do Street View, é possível registar as condições das estradas e melhorá-las, se necessário.

    O Butão está a ser descoberto por cada vez mais exploradores. Com apenas vinte cidades mapeadas, um território de 38 394 km² e planos para atualizar regularmente os mapas com novos desenvolvimentos de infraestruturas, esta iniciativa do Street View está apenas a começar.

    O Street View liga os pequenos mundos de grandes formas. Ao descobrir preciosidades escondidas através de imagens envolventes, pode revolucionar a trajetória de um país e desempenha uma função integral no respetivo desenvolvimento.

    Transferir PDF